ANP: Gasolina leva vantagem sobre álcool no Brasil

O derivado de cana-de-açúcar tem vantagem em oito estados brasileiros.

Segundo levantamento feito pela ANP (Agência Nacional de Petróleo), abastecer com álcool é vantajoso apenas em quatro estados brasileiros: São Paulo, Mato Grosso, Tocantins e Goiás. No resto do Brasil a gasolina fica mais em conta ou acaba não havendo diferença. Segundo os dados colhidos pela ANP, na primeira semana de janeiro o preço médio do combustível fóssil em São Paulo era de R$ 2,50 o litro, já o álcool era de R$1,75, vantagem de apenas 1,1%.

Em outro levantamento, feito pela Ticket Car, o derivado de cana-de-açúcar tem vantagem em oito estados brasileiros. Segundo o relatório divulgado, é recomendado abastecer com álcool na Bahia, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio de Janeiro, São Paulo e Tocantins. Já a gasolina deve ser a preferência dos consumidores em 18 estados mais o Distrito Federal. O preço médio do derivado de petróleo ficou em R$ 2,50, do álcool em R$ 1,66.

O consumidor deve lembrar que o motor a álcool tem 70% do poder calorífico do a gasolina, por isso, para ser mais vantajoso, é necessário custar 70% do preço do combustível fóssil. Para se certificar que não se está perdendo na hora de abastecer, basta dividir o preço do etanol pelo da gasolina. Caso o resultado seja inferior a 0,70, deve-se optar pelo derivado de cana. Em 2010, 86,4% dos carros vendidos no Brasil possuíam motor flex.

Fonte: MSN, www.msn.com.br