Antes de imposto, Dilma quer melhorar gestão da saúde

Antes de imposto, Dilma quer melhorar gestão da saúde

Ela disse que aumentou IPI de carro importado para "proteger emprego

A presidente Dilma Rousseff afirmou na manhã desta quinta-feira (29), em entrevista ao programa "Hoje em Dia", da TV Record, que quer melhorar a gestão da saúde com os recursos que já existem antes de discutir um novo imposto para financiamento da saúde pública no Brasil.

"No Brasil tem que fazer duas coisas, por isso que não peço hoje aumento de impostos. Nós vamos melhorar a gestão da saúde nesse país, e quando ficar claro para a população que ela precisa de mais coisas, vai se encarregar de pedir. (...) Tem gente que subestima [a população], que acha que é manipulada, porque tem renda melhor. A população sabe bem e quando percebe que é justo vai atrás e veste a camisa. Nós temos que provar que sabemos gerir", disse a presidente.

Na segunda (26), a ministra Ideli Salvatti (Relações Institucionais) afirmou, em entrevista publicada no jornal "O Estado de S.Paulo", que o Brasil precisa de um novo imposto para financiamento da saúde pública. Ela afirmou ainda que esse novo imposto poderia ser criado em 2012. Na quarta (28), o ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, disse que a presidente não tinha "pressa" sobre esse assunto.

Dilma Rousseff disse porém que a saúde pública é um "serviço caro". "Eu não sou, como diz a bíblia, sepulcro caiado. Eu tenho obrigação de falar com a população, que tem o direito de ouvir. (...) Esse país tem que ter sistema universal de saúde, gratuito para todos, e, além disso, tem que ter boa qualidade. Essas coisas tornam o serviço de saúde caro", afirmou.

A presidente disse ainda que o Brasil "tem um problema sério de gestão, sim". "Queremos garantir um padrão da melhor qualidade", afirmou.

Dilma concedeu entrevista de quase uma hora no Palácio do Planalto e, durante esse período, assistiu vídeos sobre sua trajetória e sobre outras questões do país, como empreendedorismo.

Aumento do IPI

A presidente falou ainda sobre o aumento do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para carros importados. Segundo ela, a medida vida proteger "o emprego brasileiro".

"No seio dessa medida tem uma questão. Estamos protegendo o emprego brasileiro. Não tenho nenhum compromisso com nenhum país de gerar emprego lá fora. Então, protejo o povo brasileiro."

Fonte: G1