Apesar de eleogiar ""extraordinárias"" ações, G-7 rejeita copiar plano dos Estados Unidos

No entanto, disseram que não fazer um pacote similar, como os EUA estão pedindo

Os pa?ses-membros do G-7 (que re?ne os pa?ses mais desenvolvidos) elogiaram as "extraordin?rias" a?es tomadas pelos EUA para liquidar os ativos ruins dos bancos. No entanto, disseram que n?o fazer um pacote similar, como os EUA est?o pedindo.

Os ministros das Finan?as e presidentes de bancos centrais do G-7 receberam bem o pacote. "Acolhemos muito favoravelmente as medidas extraordin?rias adotadas pelos Estados Unidos para melhorar a estabilidade dos mercados financeiros e enfrentar os temores sobre o cr?dito, em particular seu plano de ado??o de um programa destinado a comprar os ativos invend?veis que desestabilizam as institui?es financeiras", segundo um comunicado conjunto publicado nesta segunda-feira.

No entanto, o ministro das Finan?as alem?o, Peer Steinbr?ck, disse que o G-7 rejeita complementar, com medidas similares, o pacote de ajuda americano para atenuar a crise financeira.

Steinbr?ck fez essa afirma??o, em Berlim, ap?s realizar uma rodada de consultas por telefone com ministros das Finan?as e presidentes dos bancos centrais dos pa?ses do G-7 (Fran?a, Reino Unido, It?lia, Canad?, Jap?o, EUA e Alemanha).

O ministro alem?o disse que a situa??o nos outros pa?ses do G-7 ? diferente da que existe nos Estados Unidos. Por isso, em nenhum lugar, pensa-se em um programa similar ao de Washington, que deve custar ao contribuinte americano US$ 700 bilh?es.

Steinbr?ck disse, no entanto, que o pacote de ajuda do governo dos Estados Unidos ? uma contribui??o importante para superar a crise dos mercados financeiros, e afirmou que deve ser colocado em pr?tica rapidamente.

De maneira indireta, Steinbr?ck pediu que a Comiss?o Europ?ia (?rg?o executivo da Uni?o Europ?ia) mostre flexibilidade em seus controles, caso alguns bancos europeus atingidos pela crise tenham que receber ajudas estatais.

Prote??o global

Depois de reafirmar sua "vontade forte e comum de proteger a integridade do sistema financeiro internacional, os membros do G-7 disseram que est?o prontos para adotar todas as medidas necess?rias, individual ou coletivamente, para garantir sua estabilidade".

Os representantes do G-7 disseram que est?o mantendo forte coopera??o e prometeram tomar medidas para salvaguardar o sistema financeiro internacional.

"Prometemos acentuar a coopera??o internacional e trabalhar para resolver os desafios da economia global e dos mercados mundiais, al?m de manter uma enfatizada coopera??o entre os ministros das Finan?as, os BCs e os reguladores", informou o G-7 no comunicado.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br