Após caso Zara, Apple usaria fornecedores que poluem; saiba

Empresa, no entanto, afirma que tem "compromisso social"

Grupos ambientalistas chineses acusaram fornecedores da Apple de poluição sistêmica. Isso mostra não só a pressão sobre a Apple, mas também a crescente preocupação chinesa sobre os danos do sobre o ambiente.

Em relatório publicado na quarta-feira, cinco organizações não governamentais chinesas afirmaram que a Apple estava usando fornecedores com históricos conhecidos de violações ambientais, e tirando "vantagem das lacunas existentes nos sistemas de gestão ambiental dos países em desenvolvimento".

As acusações elevam a tensão entre a Apple e Ma Jun, diretor do Instituto de Assuntos Públicos e Ambientais, um dos autores do relatório.

As ONGs tentaram persuadir 29 marcas de eletrônicos a trabalhar com elas no controle da poluição, e destacaram a Apple como singularmente intransigente.

A Apple não respondeu a perguntas que buscavam confirmar se as empresas mencionadas no relatório eram ou não seus fornecedores. "A Apple tem o compromisso de promover os padrões de responsabilidade social em toda a nossa base de suprimento", disse Carolyn Wu, porta-voz da Apple.

Fonte: Folha Press