Após rombo e sem Silvio Santos, PanAmericano pode mudar nome

A nova equipe chegou à conclusão de que é inviável utilizar o nome PanAmericano.

A nova administração do banco PanAmericano, encabeçada pelo BTG Pactual, estuda mudar o nome da antiga instituição financeira de Silvio Santos, que frequenta o noticiário policial após um rombo de R$ 4,3 bilhões.



Com os ex-executivos do banco banidos do sistema financeiro e correndo risco de serem presos, a nova equipe chegou à conclusão de que é inviável utilizar o nome PanAmericano, especialmente para empréstimos imobiliários destinados à classe média alta, público-alvo da Brazilian Mortgages, financeira adquirida no final de 2011.

O novo nome só será definido após estudos de "recall" de marca, que serão feitos nos próximos meses.

Fonte: Folha.com