Aprenda estratégias para começar a poupar dinheiro logo no início do ano

Aprenda estratégias para começar a poupar dinheiro logo no início do ano

Veja alguns exemplos de como guardar um pouco todo mês ou toda semana e ganhar um dinheiro extra

É possível economizar e ter um dinheiro extra no fim do ano. Mesmo que seja guardando só um pouquinho todo mês ou toda semana. Para que esta não seja uma promessa de Ano Novo não cumprida, é preciso ter disciplina, definir o valor e separá-lo assim que receber o salário.

O “desafio do 1%” acompanha o mês e funciona assim: em janeiro a pessoa guarda 1% do salário, em fevereiro 2%, março 3%, abril 4% e assim, sucessivamente, até chegar aos 12% de dezembro. Quem ganha R$ 1.500 por mês, por exemplo, seguindo este método terá no final do ano, livre para gastar com o que quiser, R$ 1.170. Isso sem contar o rendimento e o ideal é que se coloque numa caderneta de poupança que rende 0,5% ao mês mais Taxa Referencial (TR).

Tem também o desafio das 52 semanas do ano para poupar dinheiro. A proposta é ideal pra quem não consegue se planejar e economizar. Consiste em guardar um pouquinho a cada semana. Na primeira, R$ 1; na segunda, R$ 2, e por aí vai. No final do ano, a pessoa terá R$ 1.378 para ajudar nas compras de Natal, naquela viagem de férias, comprar o material escolar etc. Além disso, juntar dinheiro para pagar à vista e ganhar um desconto ou dar uma entrada é sempre mais vantajoso do que financiar o valor total.

Análise

O professor, pesquisador e consultor de finanças pessoais e comportamentais da Universidade Federal do Ceará (UFC), Érico Veras Marques, diz que o que existe em comum nas alternativas apresentadas é a disciplina de todo mês ou semana poupar. “A regra fundamental para poupar é a seguinte: “primeiro vou poupar e o que sobrar é o que posso gastar”, afirma. Considera que no dia a dia fazemos o contrário: “se sobrar eu guardo”, mas como é difícil sobrar, nunca guardo.

Ressaltando que o fundamental é a disciplina, o professor resume o que é poupar. “Em síntese, é uma dívida pessoal com altíssima prioridade. A equação é a seguinte: Disponível Para Gastar = Renda - Poupança.” Érico Marques também destaca a importância de estabelecer objetivos (sonhos) como: viajar, estudar, comprar um carro, uma casa ou juntar para usar na aposentadoria. “Todo dinheiro poupado tem que ter um objetivo, tem que ter sentido”, avalia o especialista.

Para o consultor financeiro pessoal Kléber Rebouças, qualquer método que leve a pessoa a criar o costume de poupar é interessante. “O mais importante de tudo é se criar o hábito e entender os benefícios da poupança”, diz, sugerindo que as pessoas poupem mensalmente para aqueles pagamentos anuais como Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU), Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), seguro, etc. Assim é possível pagar a vista com desconto no vencimento.

“Outra dica é economizar a diferença entre o valor do produto/serviço anunciado e o pago após a negociação”, comenta. Cita, por exemplo, a compra de um produto que é anunciado por R$ 100. Na loja negocia o pagamento à vista por R$ 95. “Os R$ 5 economizados podem ir para a poupança”, completa.


CLIQUE AQUI E CURTA O PORTAL MEIO NORTE NO FACEBOOK

Fonte: OPovo