Aquecida, custo da construção acumula alta de 7,64% em um ano

Custos de mão de obra subiram menos nesta apuração.

O aumento de preços dos gastos relativos à construção perdeu força em setembro. O Índice Nacional de Custo da Construção ? M (INCC-M) mostrou desaceleração, registrando taxa de variação de 0,14%, contra 0,16% no mês anterior. No ano, o índice acumula alta de 6,46% e, em 12 meses, de 7,64%.



Apesar dessa desaceleração, o índice relativo a materiais, equipamentos e serviços acelerou, passando de 0,25% para 0,27%. Segundo a FGV, a aceleração ocorreu devido ao maior aumento do índice correspondente a materiais e equipamentos, que registrou variação de 0,23% contra 0,18% em agosto. No índice referente à mão de obra, a variação passou de 0,06% para 0,01%.

Fonte: G1