Arroz está 13% mais caro, e vai subir ainda mais, diz economista

Arroz está 13% mais caro, e vai subir ainda mais, diz economista

Segundo prévia do IGP-M, no campo o preço do arroz subiu 11,25% no mês de setembro, atingindo no acumulado do ano (jan-set) alta de 34,84%

Os consumidores brasileiros já sentem no bolso e na mesa os reflexos das variações climáticas no Sul do Brasil: o preço do arroz subiu 3,68% este mês, acumulando alta de 13,04% desde o início do ano. E a expectativa dos economistas é que o preço continue a subir nas próximas semanas.

Segundo prévia do IGP-M, no campo o preço do arroz subiu 11,25% no mês de setembro, atingindo no acumulado do ano (jan-set) alta de 34,84%. O economista responsável pelo índice, Salomão Quadros, acredita que a diferença entre as taxas acumuladas,deve vir mais aumento ao consumidor nas próximas semanas. ?Como o arroz ficou caro no campo e essa alta está começando a chegar no varejo, a partir de experiências anteriores, é possível dizer que os preços tendem a subir mais para o consumidor nos próximos meses?, diz Salomão.

Se isso acontecer, o preço do arroz vai recuperar o terreno perdido para o feijão, que este ano subiu para o consumidor entre 25% e 50%, dependendo do tipo do produto.

Fonte: Extra