Aumenta a demanda por cartões de crédito, diz Serasa Experian

Aumenta a demanda por cartões de crédito, diz Serasa Experian

De acordo com os dados, o grupo que ocupa a primeira posição (26%) são adultos entre 20 e 30 anos com baixa renda

Um estudo feito pela Serasa Experian mostrou que adultos com idade média de 30 anos e renda mensal média de R$ 1.428 correspondem a 16% das pessoas que impulsionaram o aumento da demanda por cartões de crédito no país em 2013.

No ano passado, esse percentual correspondia a 12%. O estudo apresentado ontem no Congresso de Cartões e Crédito ao Consumidor, na capital paulista, avaliou os perfis dos solicitantes de cartões de crédito.

De acordo com os dados, o grupo que ocupa a primeira posição (26%) são adultos entre 20 e 30 anos com baixa renda e empregos que exijam pouca qualificação ou mesmo informais.

Os números também revelam um crescimento de adesões e participações da classe E, que passaram de 6,2%, em 2009, para 16,8% em 2013. A pesquisa analisou informações de 1 milhão de cadastros de Pessoa Física (CPFs) e comparou os primeiros trimestres dos anos 2009 até 2013.

Os números obtidos mostram que a inadimplência nos primeiros quatro meses após a aquisição do cartão de crédito caiu 14% este ano e o número de inadimplentes ficou em 3,8%. Segundo o estudo, em 2011, 3,2% dos novos consumidores ficaram inadimplentes e em 2012, 4,4%.

O estudo revelou ainda que entre os solicitantes de cartões de crédito, 78% procuram mais de uma instituição, o que pode levar o consumidor sem planejamento financeiro ao superendividamento e inadimplência futuros.

?Estes cidadãos começam a lidar com crédito justamente numa modalidade em que os juros são altos. Assim, o risco de terem uma primeira experiência frustrante de crédito não é desprezível?, analisou o presidente da Serasa, Ricardo Loureiro.

Fonte: Agência Brasil