Aumentam compras de brasileiros em Buenos Aires

Os brasileiros superaram, em muito, os chilenos, uruguaios, venezuelanos, norte-americanos e espanhóis,

Em setembro, as compras de turistas brasileiros em Buenos Aires cresceram 214% em relação ao mesmo período do ano passado, de acordo com informações divulgadas pela Global Blue, uma das empresas locais que operam o sistema de devolução do Imposto sobre Valor Agregado (IVA). O imposto, embutido no preço dos produtos, é restituído ao turista no momento em que ele volta ao país de origem.

Os brasileiros superaram, em muito, os chilenos, uruguaios, venezuelanos, norte-americanos e espanhóis, que também fazem parte da estatística de consumidores fascinados com os preços quase sempre competitivos que encontram nas centenas de lojas espalhadas pela Rua Florida, no centro da capital argentina. Eles ajudaram a transformar o local em uma espécie de referência internacional de compras boas e baratas, uma vez que o real está sobrevalorizado em relação ao peso na proporção de 2 por 1.

No entanto, uma outra estatística, elaborada pelo Consulado do Brasil em Buenos Aires, revela um dado nada positivo: os brasileiros se tornaram alvo das quadrilhas especializadas em roubo de carteiras, bolsas e mochilas na cidade.

No mês de setembro, 2.150 brasileiros precisaram de um documento chamado Autorização de Retorno ao Brasil (ARB), concedido exclusivamente pelo consulado em casos de perda ou roubo de documentos. No mesmo período de 2009, foram emitidas 1.385 autorizações -- esse documento é retido pela Polícia Federal brasileira quando o viajante chega ao país.

Antes de ir ao consulado requisitar a ARB, o turista que tem viagem marcada para o mesmo dia da ocorrência precisa registrá-la em qualquer delegacia policial. As ARBs são entregues imediatamente, diferentemente de um passaporte.

As estatísticas do consulado registram que julho é o mês em que as ARBs são emitidas com maior frequência. O consulado recomenda que os turistas deixem os documentos no cofre do hotel e que carreguem apenas uma cópia.

Além da Rua Florida, o bairro de La Boca ? onde estão o ponto turístico Caminito e o estádio de futebol La Bombonera ? é outro local onde os turistas brasileiros frequentemente são roubados. Muitos deles, ignorando recomendações da própria polícia argentina, passeiam por La Boca à noite.

Fonte: UOL