Aumento do álcool na usina já afeta preço em postos; confira

A variação de preços já chegou aos postos de Ribeirão Preto. O litro do etanol saltou de R$ 1,79 para R$ 1,99

O litro do etanol hidratado vendido nas usinas está 44,7% mais caro neste ano se comparado com o mesmo período de 2010. A situação já afeta o preço nos postos de Ribeirão Preto --maior polo produtor de álcool do país.

A quebra da safra de cana de 8,39%, anunciada há 13 dias pela Unica (União da Indústria de Cana-de-Açúcar), e a pressão dos carros flex são apontados como os motivos.

De acordo com o Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), o etanol anidro, que entra na composição da gasolina, também sofreu aumento de 41,9% se comparado a 2010.

Nesta época do ano, os preços geralmente estão mais baixos. Entre 2009 e 2010 a variação era de 13,7% no hidratado e de 15,58% no anidro nesse mesmo período.

Os números refletem a crise do setor. Com a falta de investimentos nos canaviais, a produção deste ano não atingiu a expectativa do início da safra e a Unica estimou que haverá 46,71 milhões de toneladas a menos para moer.

Há usinas que planejam encerrar a safra no mês que vem --esse encerramento normalmente só ocorre em novembro e dezembro. Isso em um cenário de aumento nas vendas de veículos flex.

Segundo Sergio Prado, representante da Unica em Ribeirão Preto, os números indicam a pressão do mercado sobre a quebra da safra.

A variação de preços já chegou aos postos de Ribeirão Preto. O litro do etanol saltou de R$ 1,79 para R$ 1,99.

Para Oswaldo Manaia, presidente regional do Sincopetro (sindicato dos donos de postos de combustíveis), houve repasse das usinas.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br