Banco do Brasil e Caixa anunciam nova rodada de corte de juros

Redução acompanha a decisão do Copom de reduzir a Selic em 0,50 ponto porcentual.

O Banco do Brasil anunciou na noite desta quarta-feira uma nova redução de suas taxas de juros para linhas de crédito destinadas a pessoas físicas e jurídicas. O ajuste técnico das taxas acompanha a decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) de reduzir a Selic, referência do juro básico na economia brasileira, em 0,50 ponto porcentual, para 8,0% ao ano.


Banco do Brasil e Caixa anunciam  nova rodada de corte de juros

As novas taxas do BB entram em vigor a partir de segunda-feira. Em nota distribuída à imprensa, o BB reafirma que suas taxas estão entre as menores do sistema financeiro e que manterá as revisões dos juros em consonância com os ajustes decididos pelo Copom.

Caixa

A Caixa Econômica Federal vai reduzir novamente os juros para financiamento de veículos a partir de segunda-feira. O banco estatal também reduziu as taxas para outras duas linhas: Crédito Aporte Caixa para pessoas físicas e Capital de Giro com garantia do Fundo Garantidor de Operações (FGO) para micro e pequenas empresas.

No crédito para compra de veículos por pessoas físicas, a taxa mínima foi mantida em 0,75% ao mês e a máxima caiu de 1,75% para 1,63% ao mês. Segundo o banco, as contratações nessa modalidade cresceram 55% na comparação entre junho e abril deste ano. Para carros novos, com entrada de 30% e prazo de até 60 meses, a taxa máxima cai de 1,65% para 1,36% ao mês. Para usados com até dois anos de fabricação, nas mesmas condições de prazo e entrada, a taxa máxima cai de 1,70% para 1,43% ao mês.

"Além de reduzir as taxas, a Caixa reafirma seu posicionamento de não cobrar tarifas adicionais, tais como taxa de gravame, avaliação e registro de contrato", diz o banco em nota.

No Crédito Aporte Caixa, empréstimo com garantia de imóvel urbano ou rural, as taxas vão cair de 1,35% a 1,55% ao mês + TR para 1,31% a 1,51% ao mês + TR, a partir da próxima semana.

Para micro e pequenas empresas, o capital de giro com garantia do FGO terá taxa de 1,17% a 1,71% ao mês a partir de segunda. Hoje, varia de 1,27% a 2,05% ao mês.

Fonte: Uol-idgnow