Pesquisa mostra que bancos comerciais são campeões em reclamação nos Procons em 2013

Pesquisa mostra que bancos comerciais são campeões em reclamação nos Procons em 2013

Telefonia fixa e celular aparecem em segundo e terceiro lugares no ranking. No Dia Mundial do Consumidor, Ministério da Justiça divulga levantamento.

Telefonia fixa e celular aparecem em segundo e terceiro lugares no ranking.

Pesquisa divulgada no Dia Mundial do Consumidor revela que bancos comerciais, telefonia fixa e telefonia celular foram os campeões de reclamação nos Procons do Brasil em 2013. Das 2,4 milhões de queixas registradas nos órgãos de defesa do consumidor, 632 mil foram por conta de problemas nesses três serviços.

Os três serviços com o maior número de reclamações somam 25% dos registros. Logo em seguida aparecem cartão de crédito, financeiras e aparelhos celulares. Nesse ano, os bancos comerciais passaram a telefonia celular, campeã do ranking em 2012.

A maior parte das queixas está relacionada a problemas com a cobrança, como falta de informação sobre valores ou cobrança de serviços não fornecidos, e com a oferta. Em terceiro lugar aparecem os problemas contratuais, referentes desde a alterações unilaterais até dificuldades para cancelamento.

A pesquisa mostra um aumento da participação de queixas feitas a serviços e produtos relacionados a telecomunicações. Telefonia fixa e celular, televisão por assinatura e internet representaram 24,4% das principais reclamações em 2013, enquanto em 2012 representaram 21,7%.

Apesar de o serviço com o maior número de queixas ser o de bancos comerciais, o grupo de serviços relacionados ao sistema financeira tiveram uma redução em relação ao total de registros. Em 2012, 23,8% de todas as queixas estavam relacionadas a bancos comerciais, cartões de crédito, financeiras e cartões de lojas. Em 2013, esse percentual caiu para 21,5%.

O levantamento foi feito pela Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça com informações de 25 Procons estaduais e com o do Distrito Federal, além de 540 unidades de Procons municipais, espalhados em 360 cidades brasileiras.

O número de atendimentos nessas unidades em 2013 foi de 2,4 milhões, 22% a mais do que no ano anterior.

Fonte: ;p