BB aumenta teto no valor do imóvel financiado com menor taxa

A partir de agora, os juros de 8,9% ao ano mais Taxa Referencial (TR) serão praticados nos financiamentos com imóveis de até R$ 150 mil

O Banco do Brasil (BB) anunciou nesta quarta-feira um aumento no valor máximo do imóvel que pode ser financiado utilizando a menor taxa de juros praticada pelo banco. A partir de agora, os juros de 8,9% ao ano mais Taxa Referencial (TR) serão praticados nos financiamentos com imóveis de até R$ 150 mil, ao invés dos R$ 120 mil permitidos anteriormente.

Também a partir desta quarta, o valor máximo a ser financiado aumenta para 90% do valor de venda ou de avaliação do imóvel - qual for menor, informou o BB. Anteriormente o valor máximo financiado era de 80%. O valor máximo a ser comprometido com o pagamento da parcela foi mantido em 30% da renda líquida do interessado.

O BB informou ainda que o prazo máximo de financiamento imobiliário aumentou de 300 meses (25 anos) para até 360 meses (30 anos). O valor máximo do financiamento do BB é de R$ 450 mil para as operações do Sistema Financeiro da Habitação (SFH) e de R$ 1,5 milhão nos financiamentos com recursos da carteira hipotecária.

Para imóveis com valor acima de R$ 500 mil as taxas foram reduzidas de 12% ao ano, mais a TR, para 11% ao ano mais TR, na modalidade pós-fixada. A taxa pré-fixada do BB para essa faixa de valor foi reduzida de 15,08 % ao ano para 13% ao ano.

Para os financiamentos realizados mediante convênio (com empresas ou órgãos públicos), o banco anunciou uma redução nas taxas de juros para a compra de imóveis residenciais e comerciais localizados em área urbana. Com a alteração, a menor taxa do banco nesta modalidade passa de 8,9% ao ano mais TR para 8,4% ao ano + TR. Neste caso, dependendo do convênio, o valor do imóvel financiado com a menor taxa pode ser de até R$ 500 mil.

Fonte: Terra, www.terra.com.br