BC anuncia liquidação dos bancos Cruzeiro do Sul e Prosper

BC anuncia liquidação dos bancos Cruzeiro do Sul e Prosper

Banco Central do Brasil decretou nesta sexta-feira (14) a liquidação extrajudicial do Banco Cruzeiro do Sul S.A. e do Banco Prosper S.A.

O Banco Central (BC) anunciou nesta sexta-feira a liquidação dos bancos Cruzeiro do Sul e Prosper, ambos com sede no Rio de Janeiro. O Cruzeiro do Sul estava sofrendo intervenção da autoridade monetária desde junho deste ano e, segundo o BC, detém 0,25% dos ativos do sistema bancário e 0,35% dos depósitos.

A liquidação do banco abrange todo o grupo Cruzeiro do Sul, composto pela controladora, a Cruzeiro do Sul Holding Financeira S.A., e as empresas: Cruzeiro do Sul S.A Corretora de Valores e Mercadorias; Cruzeiro do Sul S.A. DTVM; e Cruzeiro do Sul S.A. Companhia Securitizadora de Créditos Financeiros. As entidades também estavam sob intervenção do BC.

O BC decidiu também liquidar o banco Prosper, que recebeu proposta para ser controlado pelo Cruzeiro do Sul rejeitada pela autoridade monetária, por uma série de sucessivos prejuízos "que vinham expondo seus credores a risco anormal, a deficiência patrimonial e a descumprimento de normas aplicáveis ao sistema financeiro". O Prosper é um banco pequeno, que detém cerca de 0,01% dos ativos do sistema bancário e 0,01% dos depósitos.

O Fundo Garantidor de Crédito (FGC) vai se responsabilizar por cobrir 35% dos depósitos de correntistas do Cruzeiro do Sul e 60% do banco Prosper. O BC afirmou que vai continuar tomando as medidas cabíveis para apurar as responsabilidades e pode punir os bancos, dependendo do resultado das investigações.

Pela lei, os bens dos controladores e ex-administradores do Prosper se tornam indisponíveis a partir de hoje. Por já estar sob intervenção do Banco Central, o mesmo já acontecia com os bens dos administradores do Cruzeiro do Sul, que continuam indisponíveis.

Fonte: UOL