BC prevê que economia do Brasil vai crescer 2% no ano, e preços vão subir

No ano passado, o PIB brasileiro avançou 2,3% --exatamente o que era esperado pelo BC

O Banco Central acredita que a economia brasileira vá crescer 2% neste ano, segundo dados do PIB (Produto Interno Bruto). A perspectiva foi divulgada nesta quinta-feira (27), no relatório trimestral de inflação do BC.

No ano passado, o PIB brasileiro avançou 2,3% --exatamente o que era esperado pelo BC, segundo seu último relatório de inflação, divulgado em novembro.

A expectativa para a inflação oficial subiu: de acordo com o BC, o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor ? Amplo) ficará em 6,1% no final deste ano. A estimativa anterior era de 5,6%.

O BC trabalha para que a média de alta dos preços seja de 4,5% em cada ano, mas há uma tolerância de dois pontos porcentuais para mais ou para menos (ou seja, aceita-se uma inflação entre 2,5% e 6,5%), de acordo com o sistema de metas de inflação.

Relatório de inflação

O relatório de inflação é publicado a cada três meses pelo Banco Central, e serve como uma espécie de termômetro sobre os rumos futuros da política econômica do BC.

No relatório, o BC avalia o desempenho do regime de metas para a inflação e aponta suas perspectivas para o futuro, com relação ao comportamento dos preços dos bens de consumo.

Estes relatórios ajudam a orientar as decisões do Copom (Comitê de Política Monetária), que determinam, entre outras coisas, a taxa básica de juros do país.

Fonte: UOL