Bovespa sobe pela quarta vez seguida; dólar cai a R$ 1,90

O vencimento de opções, com movimento de R$ 2,47 bilhões, inflou o giro financeiro da sessão para R$ 7,77 bilhões

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) teve nesta segunda-feira (20) o seu quarto pregão seguido de alta, seguindo o alívio do mercado internacional com a notícia de uma possível ajuda ao grupo financeiro CIT nos EUA. O principal índice da Bolsa fechou com elevação de 2,08%, para 53.154 pontos. O vencimento de opções, com movimento de R$ 2,47 bilhões, inflou o giro financeiro da sessão para R$ 7,77 bilhões, um dos maiores do ano.

Entre os ativos de maior peso na carteira do Ibovespa, Petrobras PN subiu 1,26%, para R$ 31,90; Vale PNA avançou 3,04%, a R$ 31,10; Itaú Unibanco PN ganhou 4,22%, a R$ 32,57; BM & FBovespa ON caiu 0,76%, cotada a R$ 11,75; e Bradesco PN teve valorização de 2,76%, a R$ 29,35.

O dia positivo veio a partir da informaão que o CIT teria conseguido um acordo para evitar a concordata. Embaladas principalmente por esse fato, mas também por expectativas de que os próximos balanços corporativos a serem anunciados nos Estados Unidos repetirão os resultados favoráveis daqueles já anunciados, as bolsas americanas e da Europa registraram índices positivos ao longo do dia.

Fonte: Último Segundo