Web: Bradesco passa a cobrar para mostrar cheque digitalizado

O banco começou a cobrar R$ 2 pelo serviço desde o fim de julho

Clientes do Bradesco que quiserem ver um cheque compensado digitalizado pela internet agora têm que pagar. O banco começou a cobrar R$ 2 pelo serviço desde o fim de julho. Antes, a visualização era gratuita e ilimitada. Segundo o Banco Central (BC), a cobrança é devidamente autorizada, de acordo com Resolução 3.911/2010.

Segundo a mensagem informada ao usuário do site do Bradesco, a cobrança de R$ 2 dá direito a visualizações da mesma folha de cheque por cinco dias. Depois deste período, é cobrada uma nova tarifa para cada consulta ao documento.

Os bancos não são obrigados a oferecer o serviço de visualização, mas o cliente deve ser informado da cobrança antes de a imagem do cheque ser mostrada na tela.

Por meio de sua assessoria de imprensa, o Itaú Unibanco informou que oferece a visualização da folha de cheque pela internet gratuitamente a seus clientes. O Real Santander cobra R$ 4,50 por visualização avulsa em seu site. O HSBC e a Caixa Econômica Federal informaram que ainda não oferecem a digitalização da folha pela internet, mas estão desenvolvendo a função. O Banco do Brasil não informou o custo do serviço.

Se a cópia do cheque for requerida na agência bancária, a tarifa pode variar entre R$ 4,50 e R$ 6, segundo o Banco Central. Na página do BC (www.bc.gov.br), o internauta pode ter acesso ao valor máximo cobrado para determinados serviços. Primeiro, deve clicar em "Cidadão", no canto esquerdo da página, e, em seguida, em "Bancos". Dentro de "Tarifas", encontra a tabela com os preços fixados por cada instituição bancária do país.

Fonte: Extra