Brasil se torna a 8ª maior economia do mundo

O PIB nominal do Brasil atingiu US$ 1,8 trilhão, enquanto o da Espanha ficou em US$ 1,5 trilhão

O Brasil desbancou a Espanha e se tornou a oitava maior economia do mundo, segundo dados do Produto Interno Bruto (PIB), citados na quarta-feira pelo jornal espanhol Expansión, a partir de levantamento da agência Bloomberg. O jornal mostra cifras oficiais sobre o PIB nominal dos dois países, relacionando os dados obtidos em 12 meses até o segundo trimestre de 2010. O PIB nominal do Brasil atingiu US$ 1,8 trilhão, enquanto o da Espanha ficou em US$ 1,5 trilhão no período. De acordo com o jornal, a economia espanhola, que estava em sétimo lugar em 2007, caiu para a nona posição no ano até junho. O periódico espanhol aponta que o Brasil, que tem como principal destino das exportações a China (13% do volume total de comércio), apenas sofreu durante o período da crise (2008-2009) por dois trimestres de crescimento negativo. "Em seguida, o real começou a recuar até um terço do seu valor no final de 2008, o que incentivou as exportações, tornando os produtos brasileiros mais atrativos no mercado internacional", diz o jornal. A reportagem destaca que o consumo interno brasileiro foi impulsionado pela maior oferta de crédito e por incentivos fiscais, e cita que programas governamentais, como o Bolsa Família, impulsionaram a ida do brasileiro às compras, evitando que o País sofresse ainda mais com os efeitos da crise financeira internacional. O Expansión lembra que é necessário esperar até dezembro para que o Brasil seja confirmado como a oitava maior economia do mundo. A reportagem saiu no mesmo dia em que o ex-ministro de Assuntos Exteriores espanhol, Josep Piqué, considerou que o conjunto de nações que formam a América Latina, se fosse avaliado de forma integrada, criaria "a quarta economia mundial, na frente da Alemanha", atrás apenas de Estados Unidos, China e Japão. A Europa, por sua vez, é "o doente da economia mundial", acrescentou Piqué.

Fonte: Terra, www.terra.com.br