Brasil entra em fase de forte expansão e se destaca na América Latina, aponta FGV

Brasil deve sofrer estagnação antes de se recuperar em 2010, diz organização

A economia brasileira passou "para a fase de "boom"" e se destacou entre as demais da América Latina, com um ICE (Índice de Clima Econômico) de 7,4 pontos, segundo pesquisa da FGV (Fundação Getulio Vargas) elaborada em parceria com o instituto alemão Ifo e divulgada nesta quinta-feira. Na pesquisa anterior, de julho, o indicador estava em 5,5 pontos.

O ISA (Índice da Situação Atual) no Brasil aumentou de 4,3 para 6,4 pontos e o IE (Índice de Expectativas) passou de 6,6 para 8,4 pontos. "O Brasil se destaca por apresentar os maiores índices da região seja o de clima econômico, situação atual ou de expectativas", informou a FGV em comunicado.

Brasil deve sofrer estagnação antes de se recuperar em 2010, diz organização

O Brasil também lidera entre os Brics (grupo formado por Brasil, Rússia, Índia e China) com um ICE de 7,4 pontos. A Índia ficou com 7 pontos; a China com 6,5 pontos); e a Rússia com 4,7 pontos.

O ICE da América Latina atingiu 5,2 pontos entre julho e outubro de 2009 --superando, pela primeira vez desde janeiro de 2008, a média dos últimos dez anos (5,1 pontos). O ISA passou de 2,6 pontos para 3,3 pontos e o IE, de 5,4 pontos para 7 pontos. "A situação atual ainda é considerada desfavorável, mas as expectativas melhoram e continuam apontando para um cenário positivo", destaca a FGV para a região.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br