Brasil perdeu mais de 400 mil empregos em dezembro

Brasil perdeu mais de 400 mil empregos em dezembro

Em 2009, país gerou 995 mil vagas formais, o pior resultado desde 2003

O Brasil criou em 2009, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), 995.110 empregos formais. O número de empregos criados no ano é o menor desde 2003, quando foram criadas 645.433 vagas. Os números de 2009 foram afetados pela crise financeira internacional, que diminui as contratações desde o final de 2008.

O resultado anual foi prejudicado pelo mau desempenho de dezembro, quando foram perdidas 415.192 vagas. Foi a primeira vez desde janeiro em que as demissões superaram as contratações. Naquele mês, o Brasil perdeu 101.748 empregos formais e veio se recuperando ao longo dos meses até registrar nova queda em dezembro.

Em dezembro, a maior perda de vagas se concentrou em São Paulo, Minas Gerais, Paraná e Goiás.

O último mês do ano é tradicionalmente um mês de demissões devido às contratações temporárias para o Natal. O resultado, no entanto, foi pior do que o esperado. O próprio ministro do Trabalho, Carlos Lupi, admitiu que o mês teve mais demissões do que o previsto.

Apesar do pior desempenho desde 2003, o ministro do Trabalho destacou que o número é positivo quando comparado a outros países. ?É um número muito forte, o mais forte do G20, eu acredito. Mas para o Brasil é mais fraco que nos anos anteriores?.

Fonte: g1, www.g1.com.br