Brasil precisa poupar e investir mais para continuar a crescer

Presidente do BNDES defendeu investimentos em siderurgia e inovação

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho, afirmou nesta quinta-feira (2) que o crescimento sustentável da economia brasileira exige que o brasileiro poupe mais, além de um nível maior de investimentos.

?A sustentação do crescimento da economia brasileira, em condições de estabilidade, demandará que nós brasileiros poupemos mais e invistamos mais?, disse Coutinho, durante participação no Congresso Brasileiro do Aço, em São Paulo.

?É preciso que a taxa agregada de investimentos suba dos nossos 18,5% no ano passado em direção a 23%, 24% ou mais nos próximos a nos?, acrescentou.

O presidente do BNDES defendeu a realização de investimentos na área de siderurgia, principalmente na inovação. Ele também defendeu a elaboração de políticas públicas que fortaleçam a competitividade do setor, destacando que o banco dará ?pleno suporte? para investimentos na área.

?Nossa capacidade de recuperar parte do mercado da exportação global que perdemos após a crise dependerá do nosso empenho em melhorar a eficiência e competitividade da nossa indústria?, disse. ?Estamos longe de abandonar a ambição de fortalecer a capacidade exportadora brasileira.?

Segundo Coutinho, a previsão é que o setor de siderurgia invista R$ 33 bilhões entre 2011 e 2014, com uma taxa de crescimento de 3,2% ao ano. Para ele, o volume é ?relevante?, porém a taxa de crescimento precisa ser fortalecida.

Ele destacou, ainda, que apesar da ?grande ociosidade global? de aço, incluindo a da capacidade instalada da siderurgia brasileira, os investimentos previstos e necessários na área de infra-estrutura no país demandarão muito aço e também o desenvolvimento de novas linhas de produção.

Fonte: G1