Brasil registra 273,6 milhões de linhas de celulares em abril

Brasil registra 273,6 milhões de linhas de celulares em abril

Os acessos de contas pré-pagas ainda são a maioria, com 77,35% do total de linhas móveis do Brasil, totalizando 211,63 milhões

O número de linhas de celular ativas cresceu 3,4% em março na comparação com o mesmo mês do ano passado, para 273,6 milhões de bases móveis. Segundo dados divulgados nesta terça-feira pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), entre março e abril, o país conectou mais 15,49 mil linhas telefônicas. Já a teledensidade (número de acessos para cada 100 habitantes) chegou a 135,21 - ou seja, mais de um celular por habitante.

Os acessos de contas pré-pagas ainda são a maioria, com 77,35% do total de linhas móveis do Brasil, totalizando 211,63 milhões. Já os acessos pós-pagos chegaram a 61,97 milhões, 22,65% do total. A banda larga móvel totalizou 118,41 milhões de acessos, dos quais 2,49 milhões eram terminais 4G.

Com relação à participação das operadoras no mercado, a Vivo continua liderando, com 78,550 milhões de linhas ativas na telefonia móvel em abril (28,71%). Em seguida, vem a TIM, com 73,871 milhões (27%); a Claro, com 68,490 milhões (25,03%), e a Oi, com 50,671 milhões de linhas ativas (18,52%).

O Distrito Federal é a unidade da federação com a maior teledensidade. Em abril, o número de acessos por 100 habitantes no Distrito Federal chegou a 217,97. Em seguida, vem São Paulo (150,06) e o Rio de Janeiro (147,05).

Fonte: ABRIL