Brasil tem o Big Mac mais caro do mundo, revela "Economist"

Brasil tem o Big Mac mais caro do mundo, revela "Economist"

Brasil manteve o 4º lanche mais caro do mundo no ranking da Economist.

O Big Mac segue sendo mais caro no Brasil do que nos Estados Unidos, mas agora a diferença está menor. Até julho de 2011, o Brasil possuía o lanche mais caro do mundo, mas perdeu o posto no topo do ranking elaborado pela revista Economist em janeiro desse ano.

Entre janeiro de 2012 (data da última divulgação do índice) e julho deste ano, o Brasil manteve o quarto Big Mac mais caro do mundo ? 4,94 dólares, enquanto nos Estados Unidos o lanche custa 4,33 dólares. Enquanto em julho de 2011, nosso Big Mac era 52% mais caro que o americano; em janeiro, a diferença passou para 35%; e agora, caiu ainda mais, para 14%.

O indicador é uma maneira alternativa de medir o desempenho da economia mundial. O índice é baseado na teoria da paridade do poder de compra, segundo a qual as taxas de câmbio deveriam realizar um ajuste que faria o preço de uma cesta de produtos ser o mesmo em diferentes países. A Economist usa em sua cesta de produtos apenas o Big Mac, sanduíche mais famoso do McDonald"s. Os países que possuem o lanche mais caro são Venezuela (7,92 dólares), Noruega (7,06 dólares) e Suíça (6,56 dólares).

Crise ? O último ranking mostra a diferença entre os preços de julho de 2007, antes da crise, e de agora. Pelos valores, é possível observar que na Venezuela, por exemplo, a valorização do preço do lanche em bolívares perante o preço em dólares passou de 1% para 83%. O sanduíche na Grã-Bretanha também mudou de preço em dólar, passando de uma valorização de 18% em relação ao preço americano em 2007 para uma desvalorização de 4% ? agora, o lanche no país sede das Olimpíadas custa 4,16 dólares.

Fonte: Veja