Brasileiro prefere parcelar obra no cartão de crédito, diz estudo

Pesquisa mostra que 46% dos consumidores usam essa forma de pagamento para adquirir materiais de construção.

Ao fazer compras para uma construção ou reforma, a maior parte dos brasileiros recorre ao parcelamento no cartão de crédito, segundo estudo da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) encomendado pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).

A pesquisa mostra que 46% dos consumidores usam essa forma de pagamento para adquirir materiais de construção. As outras modalidade mais praticadas envolvem quitação à vista: dinheiro (39%) e cartão de débito (6%). Na compra de móveis, a preferência pelo cartão de crédito é ainda maior: 56%.

Segundo a economista do SPC Brasil Ana Paula Bastos, a opção pelo parcelamento no cartão não é um problema, mesmo se comparada a outras modalidades de financiamento, como linhas de crédito para manutenção e reforma residencial.

Ela afirma que, se o consumidor paga a quantia integral da fatura na data de vencimento, não há cobrança de encargos financeiros pelo valor financiado, com exceção da anuidade do cartão. Já nas linhas bancárias para reforma e construção há taxa de juros sobre o empréstimo. ¿A burocratização e o excesso de garantias exigidas pelos bancos também contribuem para repelir o consumidor¿, diz ela em material divulgado para a imprensa.

Essa facilidade do pagamento eletrônico, porém, tem uma contrapartida: se há atraso, as taxas de juros são as mais altas praticadas no mercado.

Fonte: Terra