Busca por crédito bate recorde em agosto

Procura maior é por consumidor com renda entre R$ 2.000 e R$ 5.000.

A quantidade de pessoas que procuraram crédito em agosto aumentou 3,6% em agosto e atingiu o maior nível de toda a série histórica, que teve início em janeiro de 2007. O recorde anterior havia sido em maio deste ano. Isso é o que aponta o Indicador Serasa Experian da Demanda do Consumidor por Crédito, divulgado nesta quarta-feira (8) pela Serasa Experian. Em relação a agosto do ano passado, a busca por crédito subiu 14,3%.

Os economistas da Serasa atribuem o resultado à confiança dos consumidores, que está em alta, e à evolução do emprego e da renda. Outro fator de influência foi o Dia dos Pais, que impulsionou o pagamento das compras por meio de financiamento.

Por região

O maior crescimento da demanda por crédito foi observado na região Nordeste, com alta de 7,3% sobre o mês anterior. As regiões Sudeste e Centro-Oeste, ambas com crescimento de 4,3%, ficaram em segundo lugar entre as que mais procuraram crédito. A região Sul registrou avanço menor, de 0,6%. Já a região Norte registrou queda, de 4,4%, na procura de crédito por seus consumidores.

No acumulado do ano, as regiões Sudeste e Nordeste seguem na liderança em termos de expansão da procura dos seus consumidores por crédito.

Por classe de renda

Todas as faixas de renda apresentaram crescimento em suas bucas por crédito em agosto. Os destaques ficaram com consumidores com renda entre R$ 2.000 e R$ 5.000 mensais (alta de 4,3%) e com os que ganham entre R$ 5.000 e R$ 10.000 por mês (alta de 4,7%). As outras faixas de renda tiveram crescimento próximo ao da média geral, de 3,6%.

No acumulado do ano, os consumidores de baixa renda, com rendimento de até R$ 500 por mês, se mantêm na liderança da busca por crédito, com crescimento de 34,4% de janeiro a agosto de 2010 em relação ao mesmo período do ano passado.

Fonte: g1, www.g1.com.br