Cai demanda das empresas por crédito

Retração de 4,3% foi determinada pelas micro e pequenas empresas

Com a dificuldade de acesso ao crédito ainda enfrentada pelas micro e pequenas empresas, a demanda das companhias no Brasil por financiamento interrompeu cinco meses consecutivos de crescimento e apresentou recuo de 4,3% em agosto, na comparação com julho. Segundo informações divulgadas nesta quinta-feira (17) pela Serasa Experian, a queda em agosto foi determinada principalmente pela diminuição de 4,5% na procura das micro e pequenas empresas.

No período, as médias empresas demandaram menos 1,3% de crédito do sistema. As grandes foram as únicas que procuraram mais por financiamento, com avanço de 0,9% no indicador. O Serasa informou ainda que, perante o mesmo período do ano passado, a procura das empresas por crédito apresentou decréscimo de 4%. No acumulado do ano, a queda foi de 5,8%.

Setores e regiões

Na classificação por setor, os serviços tiveram o pior resultado, com queda de 9,9% na demanda. O comércio solicitou 0,1% a menos, enquanto o indicador para a indústria ficou negativo em 1,9%. Na análise por região, as empresas do Centro-Oeste diminuíram a procura por crédito em 9,2%, enquanto as do Norte reduziram a demanda em 7%. Quedas menores foram verificadas nas companhias do Nordeste (-3,6%), do Sul (-1,9%) e do Sudeste (-4,3%).

Fonte: g1, www.g1.com.br