Calor aumenta a venda de frutas na Central de Abastecimento do PI

As empresas comemoram as crescentes comercializações no local

As altas temperaturas registradas no estado contribuíram para o aumento das vendas de frutas nas bancas, boxes e lojas da Central de Abastecimento do Piauí (Ceapi), é o que aponta relatório divulgado pela diretoria técnica operacional do entreposto, na manhã de segunda-feira (28). Segundo o levantamento, a venda de frutas no local cresceu 19,8%, comparado ao mês anterior, e 7,7%, se comparado ao mesmo período do ano passado. As empresas que trabalham com frutas, sejam elas nacionais ou importadas, comemoram as crescentes comercializações no local.

“Compro frutas e verduras de sete em sete dias, já que compro sempre em pequena quantidade porque moro sozinha com meu esposo, então tento não desperdiçar nada. Mas, nos últimos dias comprei bem mais do que o habitual e até mesmo levei para casa o que nunca compro, como melancia e laranja. Levei um saco de laranja e uma melancia de três quilos por causa mesmo do calor. Precisamos nos hidratar, afinal de contas, está muito quente”, conta a dona de casa, Maria do Rosário Feitosa.

Image title

Para a contadora Clara Regina Barreto, que toda semana realiza compras no mercado da Ceapi, o clima quente pode ser uma alternativa para fortalecer hábitos saudáveis. “Com o calor, a gente acaba optando por alimentos mais leves. É difícil a gente sentir vontade de comida pesada, principalmente carne”, constata. “Por isso, aumentar o consumo de frutas é uma ótima alternativa”, completa.

Segundo o permissionário Bernardo Pereira, produtos como laranja, melão, melancia, abacaxi e coco verde estão batendo recordes de vendas. “As frutas que têm mais água estão vendendo muito. Elas são boas opções para comer e também no preparo de sucos”, afirma. “Aumentar o consumo de líquidos devido às altas temperaturas é uma alternativa indicada pelos médicos. A transpiração do corpo devido ao calor pode levar à desidratação, afetando o funcionamento do corpo, podendo deixar o organismo vulnerável a doenças”, acrescentou Bernardo.

Image title


O mesmo diz Francisco da Silva Sousa. Ele comercializa frutas na Central e diz que a procura aumentou muito. “Vez ou outra a nossa banca tinha um desperdício de frutas, mas isso agora não está mais ocorrendo, graças a Deus. Com as altas temperaturas registradas na capital as pessoas estão querendo matar a fome e se refrescar ao mesmo tempo”, disse o permissionário. De acordo com Francisco, este mês eles estão vendendo cerca de 30 frutas a mais por dia. “Pelo menos para isso o calor serve, não é?”, disse sorrindo o permissionário.

A Central de Abastecimento do Piauí (Ceapi) funciona das 3h às 15h, de segunda a sábado, e está situado na Av. Henry Wall de Carvalho, número 5000, bairro Tabuleta. O mercado conta com 869 permissionários que se distribuem nos dez galpões de comercialização do entreposto.

Fonte: Jornal Meio Norte