Calote deve continuar a crescer e pode avançar no 2º semestre

Calote deve continuar a crescer e pode avançar no 2º semestre

Já entre as empresas, a inadimplência deverá crescer em ritmo menor, diz Serasa

O calote do consumidor deve continuar a crescer ao longo do primeiro semestre deste ano e pode atingir os primeiros meses do segundo, de acordo com pesquisa divulgada nesta segunda-feira (11) pela empresa de análise de crédito Serasa Experian. O índice de perspectiva de calote subiu 1,7% em fevereiro, marcando o sétimo avanço mensal consecutivo.

Como o indicador se refere às expectativas de calote por parte dos consumidores nos seis meses à frente, as dificuldades em pagar prestações e contas devem chegar aos primeiros meses do segundo semestre deste ano.

Segundo a Serasa, o endividamento maior dos consumidores, a inflação em alta, o crédito mais caro e o ritmo menor de crescimento da economia e do mercado de trabalho neste ano ?devem proporcionar maiores dificuldades para as pessoas honrarem seus compromissos?.

Empresas

Entre as empresas, o calote também pode chegar a atingir os primeiros meses do segundo semestre, mas em ritmo bem menor: o indicador apurado pela Serasa mostra avanço de 0,5% em fevereiro , terceiro avanço mensal consecutivo. Isso sinaliza que a inadimplência das empresas deverá sofrer apenas ?ligeiras elevações?, com o menor ritmo de crescimento da economia e com as condições de crédito menos favoráveis em 2011.

- Os juros mais elevados e os prazos menos elásticos exercerão pressões sobre o custo financeiro das empresas, num contexto de menor expansão da geração de caixa das empresas. Tal combinação favorece o surgimento de altas, ainda que modestas, dos níveis de inadimplemento das empresas.

Fonte: R7, www.r7.com