Caminhoneiros estão passando por grandes dificuldades com falta de fretes no Piauí

Presidente do Sindicato dos Caminhoneiros, Sebastião Queiroz, explica que a queda foi de mais de 50%

Caminhoneiros do Estado do Piau? est?o passando por grandes dificuldades devido a falta de frete neste per?odo do ano. Aldair Tavares ? caminhoneiro profissional h? 10 anos afirma que nunca houve uma queda na quantidade de fretes t?o grande como agora. ?Todo ano tem um per?odo de redu??o no n?mero de fretes, mas normalmente esta queda ? no inverno. Este ano al?m do inverno estamos tendo esta redu??o agora?, diz.

O presidente do Sindicato dos Caminhoneiros, Sebasti?o Queiroz, explica que a queda foi de mais de 50%. ?Normalmente tiramos cerca de R$ 3.000,00 por m?s em fretes. Hoje n?o estamos conseguindo nem chegar a R$ 1.000,00 por m?s. Muitos j? est?o passando por s?rias necessidades financeiras devido ? queda no rendimento familiar?, explica.

Para tentar melhorar a situa??o dos caminhoneiros o sindicato da categoria est? reduzindo o valor cobrado para a realiza??o de mudan?as domiciliares. ?As empresas de mudan?a cobram em m?dia R$ 300,00 para realizar mudan?as domiciliares. N?s estamos fazendo at? por R$ 100,00. ? uma das formas que encontramos de ganhar algum dinheiro enquanto estamos passando por este per?odo de redu??o no n?mero de fretes?, diz.

Uma outra reclama??o dos caminhoneiros ? a respeito da falta de incentivo do governo. Segundo o Sebasti?o Queiroz existe uma prioriza??o

pelas empresas de fora do Estado na hora de contrata??o de fretes. Ele

afirma tamb?m que o sindicato j? ganhou in?meras licita?es no governo e mesmo assim n?o foram chamados para prestar o servi?o. ?A ?ltima que ganhamos foi na Secretaria de Educa??o, mas at? hoje n?o fomos chamados?, afirma.

Fonte: CCOM, www.pi.gov.br