Carrefour é criticado após rótulo de pudim indicar presença de cocaína

O erro começou a replicar rapidamente nas redes sociais como o Twitter acompanhado da hashtag #pudimcomcocaína.

O rótulo de um pudim vendido no Carrefour da Argentina afirmava que o produto continha cocaína entre os ingredientes, de acordo com informações do Clarin publicadas nesta terça-feira. Na embalagem aparece ?cocaína de 12 gramas?, mas a empresa afirmou que foi um erro de marcação feito por um funcionário e que o produto não continha a droga ilícita.

O erro começou a replicar rapidamente nas redes sociais como o Twitter acompanhado da hashtag #pudimcomcocaína. Enquanto parte dos usuários acharam graça da situação, a empresa lançou um comunicado oficial para esclarecer o assunto.

"O Carrefour da Argentina quer trazer a paz para seus clientes e garante que não há nenhum componente estrangeiro em seus pudins como mencionado nas redes sociais", começou o texto. A empresa completou que "era só um rótulo do produto adulterado por uma conduta maliciosa de um funcionário da empresa que fornece pudins. Ocorreu a mudança na informação nutricional na embalagem do produto, mas já foram tomadas as medidas adequadas".

Segundo o jornal, a empresa também deixou claro que segue rigoroso controle de qualidade e pode garantir que não houve qualquer alteração em seus ingredientes. ?Pedimos desculpas pelo desconforto ocasionado", encerrou o comunicado.


Carrefour é criticado após rótulo de pudim indicar presença de cocaína

Fonte: Terra