Caixa anuncia 7ª redução de juros em 2009

Objetivo é conquistar clientes e aumentar a competição no mercado

 A Caixa Econômica anunciou nesta terça-feira (21) a sétima redução de juros em 2009. Segundo a instituição, as taxas reduzidas para 13 linhas de crédito comercial foram, o que beneficiará pessoas física e empresas, começam a valer a partir da próxima segunda-feira (27).

Para o crédito rotativo, o corte de juros começa a valer somente a partir de 1o. de agosto. O anúncio acontece um dia antes da decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central sobre a taxa básica de juros da economia brasileira.

A expectativa do mercado financeiro é de uma redução nos juros de 9,25% para 8,75% ao ano - menor nível da história. "Uma das diretrizes mais importantes do banco é cobrar as menores taxas entre os grandes bancos de varejo. Dessa forma, fortalecemos nosso posicionamento estratégico, conquistando novos clientes, e ajudamos aumentar a competição no mercado bancário, demanda de toda a sociedade", afirmou o vice-presidente de Pessoa Física do banco, Fábio Lenza.

Pessoa física

Para pessoa física, a Caixa informou que o destaque foi para o crédito pessoal, com redução de até 17,72%, passando de 4,91% ao mês para 4,04% ao mês. O banco também diminuiu as taxas do penhor de 2,08% para 2,05% ao mês. No micropenhor, os juros passaram de 1,70% para 1,68% ao mês e, no crédito consignado (desconto em folha), a taxa máxima passou de 2,31% para 2,28% ao mês, enquanto a taxa mínima foi mantida em 0,85% ao mês.

Terão novas taxas também o cheque especial, com corte que varia de 0,59% a 4,17% na taxa mensal. A taxa mínima reduziu de 1,20% para 1,15% ao mês, informou a Caixa. Já as taxas do Cartão Turismo Parcelado, nas bandeiras Visa e Mastercard, tiveram reduções entre 15,15% a 20,83% na taxa mensal, segundo a instituição. Empresas Para pessoa jurídica, independente do porte, o banco informou ter reduzido os juros do cheque empresa em até 3,18% na taxa mensal.

No crédito especial empresa, para antecipação a fornecedores micro e pequenas empresas o banco tem taxas a partir de 1,68% ao mês, o que implica numa redução de até 4% nas taxas atuais, informou a Caixa. Já para médias e grandes empresas, o corte foi de até 8,37% no mesmo produto, segundo o banco público. Ainda em médias e grandes empresas, a alteração também abrange desconto de títulos (cheques e duplicatas), que teve uma redução na taxa entre 13,7% a 9,5% ao mês. e conta garantida caixa com redução de até 18,18%, informou.

De acordo com o vice-presidente de Pessoa Jurídica da Caixa, Carlos Brito, o objetivo é a ampliação de market share nesse mercado. "Realizaremos concessões de empréstimos conscientes e facilitaremos também o crédito às micro e pequenas empresas, ampliando suas atividades e gerando mais emprego e renda para a população", disse.

Fonte: g1, www.g1.com.br