Celular que capta sinal de TV incrementa vendas

Celular que capta sinal de TV incrementa vendas

Com a perspectiva da Copa do Mundo vendas aumentam

A venda de celulares e TV"s aquece o comércio com a perspectiva demais uma edição da Copa do Mundo neste início de 2010. E como no paísdo futebol, todos sempre ficam ligados para assistir aos jogos daseleção e dos seus adversários, o celular com sinal de TV é um aliadona hora de conferir cada lance. A maioria desses celulares que captamo sinal da TV aberta e que são comercializados aqui no Brasil, e emTeresina, são oriundos da China. Com as facilidades da internet,adquirir esse tipo de produto está cada vez mais fácil, mas essa não éa única forma deles serem comprados. Hoje, por toda a cidade e emespecial os muitos vendedores de celular que tem box no Shopping daCidade já comercializam modelos que custam em média R$ 260,0 reais.Além de oferecer a captação do sinal de TV, esses aparelhos dispõe datecnologia que permite a utilização de 2 chips de operadorasdiferentes e já são considerados o carro-chefe das vendas entre osvendedores informais que comercializam eletrônicos.

O funcionário público, José Cardoso de Miranda Filho ? que se declaraflamenguista e amante de futebol ? vê no aparelho a solução para oproblema de não ter como acompanhar do trabalho a transmissão dosjogos do seu time de futebol e dos seus programas de TV favoritos. ?Euuso bastante e comprei meu celular já pensando nesse recurso da TV.Com ele acompanho tudo sem perder nenhuma jogada, assisto novela etoda a programação da televisão aberta e o sinal é muito bom. Além disso, quando vou a um sítio que pega celular, mas não tem televisãonão fico desatualizado?, declara.

Pensando em toda essa demanda potencial, muitas lojas da capital jáestão divulgando anúncios oferecendo aparelhos celulares com recepçãodo sinal da TV aberta explorando o mote da Copa do Mundo. Em geral, osinal analógico captado por esses aparelhos é inferior aos celularesque captam o sinal da TV Digital, mas ainda assim é melhor do que ocaptado pelas tv"s comuns que possuem uma tela maior. A Anatel aindanão tem dados oficiais sobre o quanto representa esse comércio, masestima que ele represente de 2% a 3% do mercado. (M.R.)

Fonte: Mar­ci­la­ny Rod­ri­gues