Cesta básica fica mais cara no Brasil no mês de janeiro

Valor dos itens básicos na mesa do brasileiro fica acima de R$ 250 em seis cidades

A cesta básica continua ficando mais cara aos brasileiros. Em janeiro, 14 das 17 capitais pesquisadas pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) apontaram alta nos preços, segundo a pesquisa nacional divulgada nesta sexta-feira.

O aumento foi maior em Brasília, Fortaleza, Rio de Janeiro e Aracaju. As três únicas cidades onde os preços diminuíram foram Curitiba, São Paulo e Recife.

Mesmo tendo registrado redução nos preços, a capital paulista é a cidade com a cesta básica mais cara do país, com R$ 261,25, seguida por Manaus (R$ 255,80) e de Brasília (R$ 255,65).

A aceleração dos preços em janeiro resultou em uma aproximação do custo total da cesta, pois em seis localidades os valores ficaram acima de R$ 250. Por outro lado, apenas em Aracaju (R$ 182,76) os produtos básicos custaram menos de R$ 200.

Em três outras capitais o custo foi inferior a R$ 210: João Pessoa (R$ 200,21); Recife (R$ 204,85) e Salvador R$ 209,49).

Fonte: R7, www.r7.com