Cheque especial tem menor taxa desde 1995

As reduções foram atribuídas pela entidade à redução da taxa básica de juros

 Os juros das operações de crédito para pessoa física e jurídica apresentaram a quinta queda consecutiva em junho, segundo pesquisa da Anefac (Associação Nacional de Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade) e alguns serviços registraram os menores patamares da série histórica da pesquisa, iniciada em 1995, como o cheque especial.

As reduções foram atribuídas pela entidade à redução da taxa básica de juros (Selic), atualmente 9,25% ao ano, e à melhora no cenário econômico. Das seis linhas de crédito para pessoa física pesquisadas duas ficaram estáveis (cartão de crédito e CDC-Bancos - Financiamento de veículos) e quatro foram reduzidas (juros do comércio,cheque especial, empréstimo pessoal --bancos e empréstimo pessoal-financeiras).

A taxa de juros média geral para pessoa física apresentou uma redução de 0,02 ponto percentual no mês (0,52 ponto percentual no ano) correspondente a uma redução de 0,27% no mês (0,39% em doze meses) passando a mesma de 7,28% ao mês (132,39% ao ano) em maio/2009 para 7,26% ao mês (131,87% ao ano) em junho/2009 sendo esta a menor taxa de juros média desde abril de 2008.

Das quatro linhas de crédito pesquisadas para pessoa jurídica, duas ficaram estáveis (capital de giro e conta garantida) e duas foram reduzidas (desconto de duplicatas e desconto de cheques). A taxa de juros média geral para pessoa jurídica apresentou uma redução de 0,03 ponto percentual no mês (0,57 ponto percentual em doze meses) correspondente a uma redução de 0,72% no mês (0,91% em doze meses) passando a mesma de 4,15% ao mês (62,90% ao ano) em maio/2009 para 4,12% ao mês (62,33% ao ano) em junho/2009 sendo esta a menor taxa de juros média desde janeiro/2008.

Selic

Segundo a Anefac, considerando todas as quedas e elevações da taxa básica de juros (Selic) promovidas pelo Banco Central neste ano, houve neste período (dezembro/2008 a junho/2009) uma redução da Selic de 4,50 pontos percentuais (queda de 32,73%) de 13,75% ao ano em dezembro/2008 para 9,25% ao ano em junho/2009. Neste período a taxa de juros média para pessoa física apresentou uma redução de 6,04 pontos percentuais (queda de 4,38%) de 137,91% ao ano em dezembro/2008 para 131,87% ao ano em junho/2009.

Nas operações de crédito para pessoa jurídica houve uma redução de 4,36 pontos percentuais (queda de 6,54%) de 66,69% ao ano em dezembro/2008 para 62,33% ao ano em junho/2009.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br