Classe C é a que mais possui consumidores com o nome sujo

Classe C é a que mais possui consumidores com o nome sujo

Depois da classe C, aparecem as classes D e E, com 21% dos seus representantes com o nome sujo.

No Brasil, a classe C é a que mais possui consumidores com o nome sujo. Ao todo, 23% dos representantes desta classe têm alguma restrição ao crédito. No Brasil, 19% dos consumidores disseram que estão com o nome sujo.

Os dados fazem parte do estudo "Mercados - Endividamento e Inadimplência - Mitos e Verdades 2012", divulgado nesta quinta-feira (27) pela Boa Vista Serviços. A empresa administra o SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), banco de dados com informações sobre pessoas e empresas devedoras.

Depois da classe C, aparecem as classes D e E, com 21% dos seus representantes com o nome sujo. Já nas classes A e B essa realidade aparece em menor percentual, sendo 5% e 13%, respectivamente.

Motivos

De acordo com a pesquisa, os brasileiros, de um modo geral, atribuem a inadimplência ao desemprego. Este motivo foi apontado por 34% dos entrevistados.

Em relação às classes sociais, a classe DE é a que possui mais representantes que ficaram inadimplentes por causa do desemprego. Essa resposta foi apontada por 40% destes entrevistados.

Já o descontrole dos gastos é o motivo mais apontado pelos consumidores da classe A. Ao todo, 42% destes consumidores deram esta resposta.

Por fim, ficar inadimplente por ter emprestado o nome a terceiros também foi apontado mais pelos representantes da classe DE, com 22% das respostas.

Fonte: UOL