Classe C é principal consumidora de eletrodomésticos do País

De acordo com o levantamento, o topo da pirâmide social representava 55% do consumo desses bens no início do governo do presidente Lula

A classe C se tornou a principal consumidora de eletrodomésticos e eletrônicos do País durante o governo Lula, superando as classes A e B, que representam cerca de 10,5% da população, segundo pesquisa do Instituto Data Popular, divulgado pela Folha de S.Paulo nesta quarta-feira. A chamada "nova classe média" deverá encerrar o ano com 45% dos gastos desses produtos, já os mais ricos ficarão com 37%.

De acordo com o levantamento, o topo da pirâmide social representava 55% do consumo desses bens no início do governo do presidente Lula, enquanto a classe C tinha apenas 27% - com 94,9 milhões de habitantes, a classe média tem 50,5% da população brasileira, segundo a Fundação Getúlio Vargas, em estudo baseado em dados da Pnad 2009 (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios). Em 2010, as famílias do País irão gastar R$ 45 bilhões com eletrodomésticos e eletrônicos, de acordo com o Data Popular - R$ 20,1 bilhões virão da classe C, R$ 8,2 bilhões das D e E e R$ 16,7 bilhões das A e B.

Fonte: Terra, www.terra.com.br