Leiloada coleção de 1.200 garrafas de vinho de um ex-banqueiro

Leiloada coleção de 1.200 garrafas de vinho de um ex-banqueiro

A coleção de Edemar Cid Ferreira conta com alguns dos rótulos mais caros do mundo.

Uma coleção de 1.200 garrafas de vinho do ex-dono do Banco Santos, Edemar Cid Ferreira, será leiloada no próximo dia 24. O ex-banqueiro ficou conhecido após um rombo de R$ 2,3 bilhões que causou a quebra da instituição que administrava, em 2004. Até hoje, os credores lutam para receber parte do dinheiro que perderam.

Edemar foi condenado a 21 anos de prisão por crimes como lavagem de dinheiro, formação de quadrilha e gestão fraudulenta, mas ainda aguarda recurso.

A coleção de Edemar Cid Ferreira conta com alguns dos rótulos mais caros do mundo, como Chateau D?Yquem, Petrus, Chateau Lafite, Riechbourg, Echezaux, Vozne Romanée, Champagne Cristal. São vinhos brancos, rosés, tintos e do Porto. Algumas garrafas chamam atenção pelo tamanho, como uma Opus One, de seis litros, da safra de 1980 (com lance de R$ 3.800).

Os lances iniciais do leilão variam de R$ 555 (16 garrafas de vinho branco) a R$ 11.420 (11 garrafas de champanhe da marca Cristal).


Coleção de 1.200 garrafas de vinho de ex-banqueiro vai a leilão

Segundo os organizadores do leilão, todas as garrafas estão devidamente armazenadas em adega climatizada e foram avaliadas por perito especializado.

Os interessados em participar do leilão deverão se cadastrar no site da Superbid Judicial Online. O dinheiro arrecadado com as vendas será destinado os credores do banco.

Conhecido pela extravagância, o ex-banqueiro morava em um casa de 4.100 metros quadrados, em uma das áreas mais valorizadas de São Paulo, no bairro do Morumbi. Para decorar a residência, o ex-banqueiro exibia trabalhos de alguns dos principais artistas plásticos do país, como Di Cavalcanti e Portinari, além de diversas obras de artistas de renome internacional.

Fonte: UOL