Colômbia exportará café ao Brasil em 2010

Silva acrescentou que, a partir do próximo ano, a federação entrará

Os cafeicultores colombianos exportarão o grão a partir do próximo ano ao Brasil e devem abrir algumas lojas Juan Valdez no país. A informação foi confirmada neste domingo pelo gerente da Federação Nacional de Cafeicultores da Colômbia, Gabriel Silva, ao jornal "El Tiempo". "A Colômbia exportará café ao Brasil. A Juan Valdez tem que ir ao Brasil", disse ele, que foi designado para o cargo de ministro da Defesa, em sua última entrevista como dirigente dos cafeicultores. Silva acrescentou que, a partir do próximo ano, a federação entrará "a fundo" no mercado brasileiro, que "será o principal consumidor do mundo", com uma demanda estimada em 16 milhões de sacos anuais e que aumentará para 22 milhões nos anos seguintes.

O diretor disse que, graças à renovação de cafezais que foi impulsionada foi possível mudar a metade da cafeicultura colombiana, e a outra metade está em processo de mudança. Estima-se que, em 2011, estejam renovados todos os cafezais colombianos e a produção chegue a 17 milhões de sacos em 2014, frente aos 11,5 milhões. "O mundo pede todos os anos entre 2 e 3 milhões de sacos a mais, e aumenta o consumo nos países produtores", ressaltou.

Gabriel Silva foi designado pelo presidente colombiano, Álvaro Uribe, como seu novo ministro da Defesa, devido aos bons resultados que obteve no setor empresarial e também por sua proximidade com o anterior ministro dessa pasta, Juan Manuel Santos.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br