Com a derrocada de seu império, Eike Batista é obrigado a colocar jato de US$ 60 milhões à venda

Com a derrocada de seu império, Eike Batista é obrigado a colocar jato de US$ 60 milhões à venda

Trata-se, portanto, do avião executivo mais cobiçado pelos ricaços do Brasil e do mundo

Quando comprou um Gulfstream G550, há alguns anos, Eike Batista se juntou a um time de empresários brasileiros que possuem o mesmo modelo de jato executivo, e do qual também faz parte Roberto Irineu Marinho, um dos donos das Organizações Globo. Com autonomia de voo de 12.500 km, o G550 foi construído para viagens longas, e pode viajar de São Paulo a Moscou sem paradas e levando entre 14 e 18 passageiros a bordo.

Trata-se, portanto, do avião executivo mais cobiçado pelos ricaços do Brasil e do mundo ? o preço de tabela do G550 é de US$ 60 milhões. Com a derrocada de seu império, no entanto, o ex-bilionário se viu obrigado a colocar seu ?brinquedinho? à venda, por US$ 40 milhões, por não ter mais condições de mantê-lo (o jato tem um custo de manutenção anual próximo de US$ 3 milhões).

Em tempo: enquanto isso, Marinho já estuda a possibilidade de trocar o G550 que ele possui pelo novo modelo da Gulfstream, um G650, jato executivo mais rápido do mundo, e que não sai da fábrica por menos de US$ 65 milhões.

Fonte: Glamurama