Com novo mínimo, trabalhador que sacar PIS em janeiro terá mais

O aumento ocorre devido ao reajuste de cerca de 9% do salário mínimo.

O trabalhador que tem direito a sacar o PIS, mas que ainda não retirou o dinheiro, irá receber R$ 56 a mais se deixar para receber o benefício a partir de janeiro.

O aumento ocorre devido ao reajuste de cerca de 9% do salário mínimo, que deverá passar de R$ 622 para R$ 678 no mês que vem.

O abono salarial é pago aos trabalhadores que estejam registrados no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos, que tenham trabalhado por pelo menos 30 dias com carteira assinada em 2011 e que tenham recebido, em média, até dois salários mínimos por mês no ano passado.

Como o benefício é no valor de um salário mínimo, saques realizados a partir de janeiro serão pagos no novo valor do piso nacional. O abono deste ano ficará disponível para saque até 28 de junho de 2013. Quem não o retirar até esta data perderá o dinheiro.

No ano passado, a Caixa liberou mais de R$ 9,7 bilhões em pagamentos de abonos e rendimentos do PIS. Deste valor, 95,6% foi sacado, um total de R$ 9,1 bilhões.

O saque é feito em uma agência da Caixa Econômica Federal, nas casas lotéricas ou em correspondentes Caixa Aqui, de acordo com a data de nascimento do trabalhador --todos os pagamentos referentes a este ano já foram liberados.

Quem possui conta corrente ou poupança na Caixa já teve o crédito depositado automaticamente a partir de 24 de julho.

Aqueles que trabalham em empresas parceiras do banco tiveram o valor creditado na folha de pagamento, entre julho e agosto.

Trabalhadores que não se encaixam nessas condições devem retirar o benefício nas agências e terminais da Caixa.

Fonte: Folha