Com o dólar em alta, brasileiros descartam EUA para passar férias

EUA vira segunda opção para brasileiros

Image title

Com o novo patamar do dólar, na casa dos 3 reais, os brasileiros que estavam acostumados com a relação de 2 para 1 da moeda têm ficado menos animados para viajar aos Estados Unidos.

Um estudo elaborado pelo Trivago, o maior site de comparação de preços de hotéis do mundo, revelou que as buscas dos brasileiros por estadia no país diminuíram 25% neste ano, em relação ao ano passado.

Os dados foram obtidos a partir da comparação entre as buscas realizadas no site de dezembro de 2013 a março de 2014 e de dezembro de 2014 a março de 2015.

O movimento de aumento nas buscas de dezembro até fevereiro e queda em março se manteve nos dois anos, mas em 2015 o volume de buscas pelos Estados Unidos registrou a redução de 25%.

De qualquer forma, os EUA continuam a se destacar como um forte destino para os brasileiros. De acordo com o Trivago, o país responde por 27% das buscas por destinos internacionais do site.

Mesmo quedas mais recentes, a moeda anda bem mais cara do que em 2014, sobretudo se a comparação for feita no período em que foi realizado o estudo. Em 31 de março de 2014, por exemplo, o dólar estava cotado a 2,26 reais, já em 31 de março 2015, a moeda estava valendo 3,23 reais, uma alta de 42%.

Daqui para frente, analistas avaliam que o dólar enfrentará dificuldades para se sustentar abaixo dos 3 reais novamente, uma vez que o Banco Central têm dado sinais de que deve rolar apenas parcialmente os swaps cambiais que vencem em junho.

Essa decisão significa que o BC não deve intervir com tanta força na cotação da moeda, o que leva o mercado a crer que o dólar deve se manter valorizado por algum tempo ainda. 

Fonte: Com informações do Msn