Comer fora de casa fica 10% mais caro em média, revela IBGE

Ficou mais caro, também, para consumir um lanche fora de casa: 9,60%

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15) - considerado uma prévia da inflação oficial - subiu 6,56% no acumulado de 2011, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quarta-feira. E o item que mais pesou a alta do ano foi comer fora de casa, com elevação de 9,81%.



Ficou mais caro, também, para consumir um lanche fora de casa (9,60%) ou tomar um café da manhã (11,35%). Além disso, a cerveja nos bares e restaurantes passou a custar 14,34% a mais, enquanto os refrigerantes subiram 10,26%. Destaca-se, entre os alimentos, a forte alta nos preços do tomate (46,10%), café moído (24,50%) e leite pasteurizado (9,37%).

Por outro lado, alimentos importantes no orçamento das famílias fecharam o ano com preços bem mais baixos do que estavam em dezembro do ano passado. É o caso do feijão carioca, que ficou 17,10% mais barato, do feijão preto, que caiu 12,97% e da batata-inglesa, com queda de 11,79%, além do alho, que atingiu queda de 32,91% no ano.

Fonte: UOL