Comércio tem em agosto a quarta alta seguida

Comércio tem em agosto a quarta alta seguida

Essa é a quarta alta mensal seguida, segundo o IBGE.

O comércio varejista teve crescimento de 2% no volume de vendas em agosto sobre o mês anterior, com ajuste sazonal. O levantamento foi divulgado nesta quinta-feira (14) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O resultado é o melhor para meses de agosto desde o início da série histórica do IBGE, em 2001.

No acumulado neste ano, a alta no volume de vendas é de 11,3% e, nos últimos 12 meses, de 10,1%. Sobre agosto do ano passado, a alta é de 10,4%.

Essa é a quarta alta mensal seguida, segundo o IBGE. Em julho, a atividade do varejo havia crescido apenas 0,4%. Em agosto, a receita nominal de vendas registrou alta de 1,6% sobre o mês anterior.

Em agosto, houve crescimento em todas as dez atividades pesquisadas pelo instituto. Comércio de livros, jornais, revistas e papelaria cresceu 3,5%, de móveis e eletrodomésticos, 2,9%, e de artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos, 2,6%, destacando-se como as principais altas.

Na comparação anual, todos os setotes também registraram crescimento. A maior alta foi registrada no setor de equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação, com crescimento de 24,7%. Na sequência, entre os setores com as maiores altas, está o setor de móveis e eletrodomésticos, com crescimento de 16,7%, e o de livros, jornais, revistas e papelaria, que apresentou alta de 13,7%.

Tocantins na liderança

De todas as unidades da federação pesquisadas, 26 registraram aumentos sobre agosto do ano passado. Os maiores destaques partiram de Tocantins (73,9%), Paraíba (31,3%), Roraima (30,1%), Rondônia (28,8%) e Acre (20,5%). Na contramão está o Piauí, cujas vendas tiveram queda de 0,5%.

Fonte: g1, www.g1.com.br