Comissão do BC tem quatro meses para fazer investigação Banco Rural

O Banco Central designou os integrantes da Comissão de Inquérito que investigará o Banco Rural.

O Banco Central designou os integrantes da Comissão de Inquérito que investigará o Banco Rural. O diretor do departamento de Organização do Sistema Financeiro, Sidnei Corrêa Marques, deu 120 dias para que os técnicos da autarquia apure sobre a principal instituição bancária envolvida no escândalo do mensalão.

O servidor Lucas Alves Freire será o presidente do grupo. José Vianna de Assis Junior e Cibele Lie Sassaki serão os relatores do processo. A equipe ainda terá mais dois assistentes: Mirian Silva Carvalho e Raphael Mendes Avelar.

O Banco Rural foi liquidado no dia 2 de agosto por ?graves violações? às normas do sistema financeiro nacional. Depois das denúncias de compra de votos de parlamentares com dinheiro do banco, o patrimônio da instituição diminuiu em quatro vezes, segundo apurou O GLOBO. Isso comprometeu a situação econômico-financeira da instituição e havia a possibilidade de acumular sucessivos prejuízos.

Há três meses, o departamento de fiscalização do BC exigiu que o banco retirasse do seu balanço R$ 200 milhões de créditos tributários que não existiam e ainda provisionasse vários débitos que ocorreriam por ações na Justiça que estavam praticamente perdidas. Isso levou a instituição a uma situação de insolvência, ou seja, quando as dívidas são maiores que todos os ativos.

Fonte: Extra