Como ficou o ranking dos bancos após BB comprar Nossa Caixa

O ranking da Economatica leva em conta apenas instituições listadas em bolsa no país

A compra da Nossa Caixa pelo Banco do Brasil não devolveu ao BB a posição de maior banco do país em ativos, segundo estudo da consultoria Economatica divulgado nesta sexta-feira (21). O banco fica na segunda posição no mercado brasileiro, atrás do novo conglomerado formado por Itaú e Bradesco.

O ranking da Economatica leva em conta apenas instituições listadas em bolsa no país, não incluindo, portanto, bancos como a Caixa Econômica Federal, que tem ativos estimados em R$ 276,1 bilhões, e ficaria em quinto lugar entre os maiores bancos brasileiros.

De acordo com a consultoria, a união do Banco do Brasil com a Nossa Caixa criará uma instituição de R$ 512,304 bilhões em ativos. Antes da fusão, o Banco do Brasil tinha R$ 458,873 bilhões.

O valor ainda é menor do que os R$ 575,119 bilhões dos ativos que terá o Itaú Unibanco Holding, originada da união entre as duas instituições. Em terceiro aparece o Bradesco, com R$ 422,7 bilhões em ativos.

Brasil + EUA

Na lista que considera também os bancos dos Estados Unidos, o BB acrescido da Nossa Caixa passa a ocupar a décima posição, perdendo para instituições como JP Morgan, Citigroup, Goldman Sachs e Merryl Lynch. Neste ranking, também está atrás do Itaú-Unibanco, que aparece na oitava posição.

Fonte: g1, www.g1.com.br