Compra a prazo corresponde a 62% das vendas de veículos no primeiro trimestre

Compra a prazo corresponde a 62% das vendas de veículos no primeiro trimestre

De acordo com a Anef, CDC representa 40% dos negócios.

As vendas a prazo correspondem a 62% do total de veículos vendidos no primeiro trimestre de 2010, de acordo com balanço divulgado pela Associação Nacional das Empresas Financeiras das Montadoras (Anef), nesta terça-feira (11). Segundo o levantamento, os financiamentos por meio do Crédito Direto ao Consumidor (CDC) representaram 40% do total de automóveis e comerciais leves (picapes, SUVs etc.) vendidos no período. As vendas a prazo por meio de Leasing correspondem a 16%, o consórcio por 6% e as vendas à vista ficaram em 38%. No segmento de veículos comerciais (caminhões e ônibus) vendidos no primeiro trimestre do ano, 71% foram por Finame, 9% por CDC, 7% por Leasing (incluso Finame Leasing), 2% ocorreram por meio de Consórcio e 11% foram à vista. No setor de motocicletas, 49% das vendas equivalem ao CDC, 29% correspondem ao Consórcio, 1% foram por Leasing e 21% à vista. Segundo a entidade, o saldo do crédito das carteiras de Leasing e CDC para a compra financiada de automóveis por pessoas físicas soma em março R$ 163,1 bilhões, crescimento de 12,4% em relação ao mesmo período de 2009, quando registrou R$ 145 bilhões. Se analisadas separadamente, as operações de CDC tiveram incremento de 25,2%, passando de R$ 81,4 bilhões em março de 2009, para R$ 101,9 bilhões em março deste ano. Já a carteira de Leasing apresentou uma leve retração de 3,9%: saiu de R$ 63,6 bilhões em março do ano passado para R$ 61,2 bilhões no mesmo período deste ano. “O setor vem evoluindo dentro do projetado e reflete diretamente o crescimento da indústria automobilística. Estamos atendendo a demanda do mercado de crédito para financiamento de automóveis. Se o cenário não se alterar, deveremos atingir a nossa meta e as carteiras de Leasing e CDC deverão encerrar 2010 com crescimento de 10% a 15% sobre os volumes de 2009, com saldo da carteira entre R$ 173 bilhões e R$ 180 bilhões”, afirmou, em nota, o presidente da Anef, Décio Carbonari de Almeida. Juros e inadimplência A taxa média de juros praticada pelos bancos das montadoras associados à Anef encerrou março em 1,40% ao mês (18,16% ao ano), contra 1,63% ao mês (21,41% ao ano) registrado no mesmo período de 2009. Na comparação com fevereiro de 2010, a taxa se mantém estável. O levantamento da Anef também aponta queda na inadimplência acima de 90 dias para as operações de CDC. O índice ficou em 4% em março contra 5% no mesmo mês do ano passado. Outro ponto é que os planos médios para financiamento de veículos, em março, foram de 43 meses frente a 40 meses do mesmo mês do ano anterior.

Fonte: g1, www.g1.com.br