Alimentos diet x light ganham mais espaço na lista de compras

Alimentos diet um dos componentes nutricionais é retirado. Já os light têm redução de 25% de alguma substância

Consumidos em 35% dos lares brasileiros e cada vez mais comercializados ? somente nos supermercados Mundial a venda aumentou 10% nos últimos meses ?, os produtos diet e light ainda geram dúvidas: para o que serve cada um deles? Há contra-indicações?

De acordo com a nutricionista Vanessa Portella, nos alimentos diet um dos componentes nutricionais é retirado. Já os light têm redução de 25% de alguma substância. O primeiro é indicado para quem tem alguma doença e não pode consumir determinado item da composição alimentar. O segundo é indicado para quem quer perder peso.

Consultora da Associação Brasileira da Indústria de Alimentos para Fins Especiais e Congêneres (Abiad), a engenheira de alimentos Ana Maria Giandon lembra que as embalagens dos produtos light devem advertir que são de baixa caloria. Já os itens diet são produtos que visam atender a uma necessidade específica e, por isso, devem trazer algumas advertências. Não podem ser consumidos, por exemplo, por crianças e grávidas.

Fonte: Extra