Confiança da indústria cai pelo 3º mês seguido

Já o índice de expectativas avançou em agosto.

O Índice de Confiança da Indústria (ICI) da Fundação Getulio Vargas registrou redução entre julho e agosto, passando de 113,6 para 112,9 pontos, com ajuste sazonal. Os dados foram divulgados nesta terça-feira (31).

Essa foi a terceira queda consecutiva do índice. Ainda que seja alto, o ICI de agosto é o menor desde novembro de 2009, segundo a fundação.

O Índice da Situação Atual (ISA) apresentou queda de 1,4%, indo para 115,1 pontos, o menor nível desde fevereiro de 2010, ficando 3,4 pontos abaixo da média do período anterior à crise internacional (julho de 2007 a junho de 2008).

Quanto às perspectivas para os próximos meses, o Índice de Expectativas (IE) teve alta de 0,3%, depois de duas reduções consecutivas, passando de 110,4 para 110,7 pontos. De acordo com a FGV, o índice está acima do patamar médio pré-crise, de 109,8 pontos, pelo décimo mês seguido.

Indústria

O Nível de Utilização da Capacidade Instalada da indústria (NUCI) passou de 85,1% em julho para 84,9% em agosto. A média do trimestre (de junho agosto de 2010), de 85,2%, supera a média do primeiro trimestre deste ano (84%), período que a atividade industrial estava aquecida. Porém, segundo a FGV, o resultado é inferior à média dos 12 meses anteriores à crise, de 85,8%.

Fonte: g1, www.g1.com.br