Confiança do setor de serviços recua 0,2% no mês de novembro, aponta FGV

O Índice da Situação Atual (ISA-S) mostrou melhora ao registrar alta de 1,2% em novembro ante outubro, contra alta de 0,3% anteriormente

O Índice de Confiança de Serviços (ICS) registrou recuo pelo terceiro mês seguido em novembro ao cair 0,2% na comparação com outubro, passando de 116,1 pontos para 115,9 pontos, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta quinta-feira. Em setembro e outubro, o indicador também havia recuado 0,2%.

"Em síntese, o novo declínio do ICS, embora suave, confirma o padrão de volatilidade na percepção das empresas do setor, expressa pelo aumento da satisfação com o momento presente, ao mesmo tempo em que as expectativas para os próximos meses se tornaram menos otimistas", avaliou a FGV.

O Índice da Situação Atual (ISA-S) mostrou melhora ao registrar alta de 1,2% em novembro ante outubro, contra alta de 0,3% anteriormente. O quesito que avalia o volume da demanda atual foi o que mais contribuiu para o resultado do ISA-S, com avanço de 3,3%.

A proporção de empresas que avaliam a demanda como forte aumentou de 11,9% em outubro para 12,3% em novembro, enquanto a parcela das que a consideram fraca caiu de 23,8% para 21,3%. Já o, o Índice de Expectativas (IE-S) mostrou recuo de 1,3% em novembro, ante queda de 0,5% em outubro.

No IE-S, ambos os quesitos que o compõem tiveram queda - tendência dos negócios recuou 2,0% e demanda prevista, 0,5%. A proporção de empresas que esperam melhora na tendência dos negócios passou de 42,2% em outubro para 38,2% em novembro, enquanto a das que esperam piora passou de 7,2% para 5,9%.

Fonte: Terra